Arquitetando Sonhos: A trajetória de sucesso de Hugo Sigaud

Hugo Sigaud Knowe

Criatividade, bom gosto e muito talento. Assim é Hugo Sigaud.

Considerado o mais jovem designer do Brasil, sempre teve como ideal deixar as suas obras marcantes e de fácil acesso aos amantes de uma decoração prática e versátil.

Filho de pais publicitários, a sua primeira ideia que mostrou ao público, com apenas 19 anos de idade e de grande repercussão, foi uma estante de parede.

Enquanto muitos ainda desenhavam prateleiras de madeira ou ferro, Hugo pensou em algo que não ocupasse espaço e passasse um ar de leveza; e em 2012 criou a Estante Se, um móvel nada convencional, do nome ao acabamento e que inovou o mercado de design.

Prática e inovadora a estante ganhou espaço no mercado e o nome de Hugo Sigaud se destacou. Até hoje participa de feiras, exposições, além de exercer o cargo de Diretor de Criação da Veromobili, uma grande empresa de móveis e objetos de decoração.

Em 2016 foi considerado o ‘menino de aço’, devido as peças que desenvolveu. O designer usou em suas obras alguns materiais não ferrosos, resistentes à corrosão, que podem ser usados tanto em imóveis na cidade, no campo, assim como na casa de praia, que tem grande probabilidade de sofrer com a maresia.

Em entrevista exclusiva ao Blog da Knowe, Hugo Sigaud revelou qual foi a razão da sua decisão de carreira, como surgiu a idéia de ser designer e como arriscou tudo e migrou para a faculdade de arquitetura.

estante se hugo sigaud knowe

O caminho do Design

Perto de se formar no Ensino Médio, Hugo se deparou com uma questão muito comum entre os jovens que estão passando pela fase de transição entre escola e faculdade: a escolha de sua carreira. Por na época não conhecer e não ter contato direto com diferentes profissões além da dos pais, que são publicitários, Hugo começou a pesquisar as grades horárias dos cursos que envolviam imagem, marca e criação, que eram assuntos que o agradavam.

Após muitas pesquisas, Hugo finalmente escolheu o curso de Design Gráfico. Prestou vestibulares e conseguiu ingressar na Universidade Belas Artes (SP).

Hugo: “Quando decidi perguntar aos meu pai se seria bom fazer faculdade de Design Gráfico ele simplesmente falou: “Você tem certeza que quer fazer isso? Que tal tentar Design de Produtos?”

E lá foi Hugo pesquisar mais sobre e gostou muito do curso de Design de Produtos da Belas Artes porque aparentemente o mercado oferecia muitas oportunidades e tinha matérias muito parecidas com o design gráfico.

As primeiras experiências que ele teve no mercado de trabalho dentro do ramo do design, não foram muito agradáveis, o que gerou muitas dúvidas sobre a carreira em que estava pretendendo traçar, decidindo então começar a idealizar seus próprios projetos.

Hugo: “Depois ter minha primeira experiência de trabalho, pensei: se é isso que eles fazem aqui, se essa é a rotina de trabalho, eu não estou feliz. Então eu resolvi arriscar e começar a trabalhar nos meus projetos pessoais”.

O jovem millennial ainda revelou que o início de sua carreira “solo” foi muito difícil, muitos de seus projetos foram rejeitados antes que uma grande marca se oferecesse para idealizar a sua proposta.

Hugo: “Isso me deu uma grande visibilidade e logo ganhei um prêmio. Foi o que me abriu portas. Mas eu não posso deixar de falar que isso decorreu de várias tentativas, conectar as ideias e fazê-las viáveis foi o que tornou o meu sonho possível.”

hugo sigaud knowe
Hugo Sigaud

Dúvidas e indecisões: como lidar?

Mesmo depois de algum tempo cursando a faculdade Design de Produto, como teve  experiências fora do curso logo no início da faculdade, a grade já não estava mais suprindo as necessidades Hugo. Ele queria crescer e aprender ainda mais, e no ponto de vista do jovem, não haveriam mais aprendizados até a conclusão do curso.

Hugo: “Com sinceridade, percebi que Design de Produto como um todo, ainda é um trabalho sazonal no Brasil, então precisava buscar mais desafios, algo que pudesse complementar minha experiência.”

Foi então que Hugo se deparou em um novo desafio: desistir de Design de Produto e migrar para o curso de Arquitetura. A decisão foi muito complicada e só foi efetivada após muitas conversas com amigos que já estavam inseridos neste ramo do mercado de trabalho. Hugo acreditava que a Arquitetura iria ser complementar ao conhecimento adquirido na faculdade anterior.

Para ter certeza de sua nova escolha, Hugo começou a  estagiar, e ao mesmo tempo manteve seus próprios projetos como designer acontecendo em paralelo. Entrou em um escritório localizado na zona sul de São Paulo, e logo se identificou com a dinâmica e o ambiente em que estava, e assim soube que havia escolhido a carreira certa para a sua vida.

Hugo:Para esclarecer minhas dúvidas de carreira, procurei a ajuda de profissionais do mercado, como  o Zanini do Studio Zanini , professores de minha faculdade, meu tio, que é empresário (para quem fiz muitas perguntas sobre empreendedorismo) e principalmente, meus pais. Isso me ajudou muito a crescer e decidir cada passo da minha carreira”.

hugo sigaud knowe

O sucesso na juventude

Muitas vezes, a idade parece ser um grande empecilho para alcançar o sucesso e o reconhecimento pelas conquistas obtidas. O pré conceito das pessoas, faz com que grandes talentos sejam ofuscados se não houver força de vontade para insistir naquilo que cada um realmente deseja.

Hugo acredita que o sucesso está nas pequenas conquistas. O estudante, que hoje recebe o título de mais jovem designer do Brasil afirma: “Eu não enxergo grandes conquistas na minha vida, aprendi a sempre vibrar com todas as pequenas coisas, como um cliente satisfeito, com uma pequena obra.”

Além disso, sempre é válido pensar que os jovens precisam de uma válvula de escape em seus afazeres profissionais, ou seja, um tempo para relaxar, curtir com os amigos, conversar e descontrair, o que para Hugo não é diferente. Apesar de ter uma vida muito corrida, estudar e ter três trabalhos diferentes para organizar, ele não deixa a sua vida pessoal de lado. Para o jovem, este momento pode ser crucial para que a vida profissional continue sempre tendo um bom desempenho.

Por sempre ter tido um certo gosto pela música, ele e seus colegas fundaram a banda Seu Edinaldo, o que tem sido uma ótimo momento de lazer para Hugo, diante de todos os seus afazeres profissionais.

Hugo: “Não adianta ter somente talento, mas, sim, organização das tarefas e  principalmente força e vontade de fazer acontecer. E quando fizer alguma besteira, buscar sempre aprender com o que aconteceu.”

Dividindo vivências

Hugo acredita que no início, a sua ânsia pelo aprendizado e facilidade de adaptação aos desafios que lhe eram passados o fizeram alcançar cada uma de suas conquistas pessoais e profissionais.

Hugo: “Para mim, as pessoas que estão conectadas com outros, têm muito mais chances de fazer os projetos irem à frente, não só no trabalho, mas na vida. Para profissão eu poderia falar estudar e pronto, mas isso é muito vago. Se eu pudesse dar uma dica para quem está ingressando nesse mercado é para que essa pessoa se interesse pelo que faz, aumente o seu network e se conecte. Quem se conecta tem mais chances de fazer tudo dar certo!”

Hoje, Hugo considera estar seguindo uma caminho que o levará ao sucesso absoluto. Além de ter mantido os seus próprios projetos, ser Diretor de Arte da  Veromobili,  curador da primeira feira de Design de São Paulo, a Pátio Design (onde ele seleciona jovens designers e produtores locais para expor seus produtos), Hugo também é estagiário da Bernard Leroux Arquitetos.  

estante se hugo sigaud knowe

Durante sua trajetória, Hugo sempre buscou mentores que pudessem ajudá-lo com suas dúvidas sobre quais caminhos seguir. E você, também já passou ou está passando por algo similar? Que tal procurar um Knowe Advisor e trocar experiências reais?

A Knowe está aqui para te ajudar!

Cadastre-se, conecte-se e aprenda. Venha para a Knowe Community!