Como se sentir feliz no trabalho?

Encontrar um novo trabalho é como se você estivesse começando um relacionamento.Nos primeiros meses, tudo é maravilhoso. Mas ao decorrer da relação,  as coisas vão virando rotina, gerando uma instabilidade.

Fato: Na carreira (e no amor), você provavelmente prefere estar estável, seguro com o caminho em que está traçando. E qual é o segredo para isso? Continuar sempre engajado  e motivado no trabalho.

Mas calma,  se você estiver disposto, você pode evitar o sentimento de rotina, e de desprendimento, conforme colocamos abaixo:

O engajamento

 

É muito difícil manter os funcionários engajados e avançando em suas carreiras. O comprometimento deles é evidente e sua inércia direta é palpável.

Além disso, o objetivo dos trabalhadores e da própria empresa pode ser resumido em uma única palavra: PROGRESSO.

Um estudo da Universidade de Harvard, comprova que o progresso na carreira é o maior contribuinte para “Uma vida pessoal positiva”, a qual se refere à tudo que pensamos e sentimos durante um dia de trabalho. A pesquisa concluiu que quem tem uma vida pessoal positiva, tende a ter uma produtividade criativa mais alta e incrivelmente valiosa.

Tradução: Os sinais de um empregado comprometido muitas vezes andam de mãos dadas com uma vida pessoal feliz e saudável.

Embora algumas coisas não estejam nas suas mãos, ou seja, não dependam de você, —como por exemplo um chefe intrometido — você tem mais controle sobre os seus sentimentos naquela situação do que pensa.

Primeiro, conheça a si mesmo.

Ao contrário do que o senso comum diz, um trabalho bom e satisfatório que te faz feliz não é apenas um conjunto de circunstâncias imprevistas nas quais você tropeça. Muitas vezes é o produto de um conjunto de princípios fundamentais que te capacitam a eliminar pessoas e lugares que não se adequam a você.

Você deveria indagar qualquer trabalho, seja ele atual ou futuro, seguindo um conjunto de critérios pessoais definidos por você.

Planeje o seu trabalho para obter seu próprio sucesso – E o da empresa.

É difícil se sentir bem com o trabalho, se você não vê o objetivo do trabalho que está fazendo. Para isso, uma boa alternativa é colocar o seu trabalho em perspectiva de duas maneiras: onde está levando você e onde você  está levando a sua empresa. Essas respostas são a âncora que pode te amarrar durante uma possível crise existencial de “Eu não aguento mais” em uma segunda-feira de manhã.

Então em uma perspectiva pessoal: Se olhar a sua volta, para onde apontam as minhas perspectivas para o futuro? E se eu fizer tudo o que devo, qual será a minha recompensa? Para onde tudo isso estará me levando?

E em uma perspectiva empresarial: Como eu posso contribuir para o sucesso da empresa?

Os funcionários que conhecem a visão de sua empresa e vêem-se nela são muitas vezes mais comprometidos do que funcionários que ainda não estão na mesma sintonia. Se você está lutando para vincular um projeto à visão de uma empresa, fale com seu gerente sobre o caminho que a empresa está traçando e como seu papel contribui para o futuro.

Aprenda o lado bom de estar sendo desafiado

Se o seu trabalho não te deixa feliz e realizado, não adianta insistir, isso também não te trará felicidade com o passar do tempo. A maneira mais simples de evitar o tédio é mudar tudo buscando novos desafios e oportunidades.  Envolva-se em um novo projeto dentro da sua empresa, e busque superar os desafios!

Se os desafios para você são sinônimos de ameaças, talvez essa seja a hora de trabalhar a sua cabeça e seus pensamentos. Como? Adotando a chamada “Mentalidade de crescimento”. Com uma mentalidade de crescimento, os recuos são vistos como oportunidades para aprender um novo conjunto de habilidades. Porque quando você está procurando se destacar  no trabalho, você pode cometer alguns erros. Não deixe que isso o retenha de volta.

O ponto-chave para avaliar a sua performance é lembrar que esses erros não o definem. Em vez disso, eles determinam como você irá lidar com problemas semelhantes no futuro. Como Carol Dweck coloca em seu livro, Mindset: “A nova psicologia do Sucesso”, “Não se trata de perfeição imediata, trata-se de confrontar desafios e fazer progressos”.

Comunicar

Quarenta e três por cento (43%) dos funcionários altamente envolvidos com atividades dentro da empresa, recebem feedback das tarefas realizadas, todas as semanas. De que outra forma você sabe se você está rastreando o sucesso?
Converse com o seu chefe, e peça um feedback do seu trabalho, fale abertamente e honestamente com ele, e analise como seu chefe pode ajudá-lo a alcançar seus objetivos profissionais.

Envolva-se

Manter um bom relacionamento entre colegas de trabalho, sendo eles de cargos superiores ao seu, ou não, pode te destacar como profissional e te abrir muitas portas futuramente. Além de tornar o ambiente de trabalho muito mais agradável, estar envolvido é um sinal de benevolência tanto quanto a ambição. Não pode dar errado.

Absorva e leve consigo

Engajamento não é algo que você acorda e decide ter. É uma perspectiva e um conjunto de hábitos cultivados com intenção ao longo do tempo. Essas dicas podem ajudá-lo a começar, mas, como qualquer relacionamento bem-sucedido, o que você tem no trabalho requer uma constante motivação, procure sempre relembrar os pontos que te levaram lá e se auto motive diariamente.